Agentes de Polícia são homenageados em Sessão Solene na Câmara Municipal de Vila Velha

O presidente da AGENPOL, Paulo Pignaton e diversos Agentes de Polícia foram homenageados na Sessão Solene em homenagem aos Policiais Civis do Estado do Espírito Santo, proposta pelo vereador Arnaldinho Borgo. O presidente da entidade foi convidado para compor a mesa no evento com demais autoridades civis, delegados e representantes de classes.

Para Paulo Pignaton, a homenagem vem coroar o trabalho realizado pelos Agentes de Polícia em prol da sociedade capixaba.

“Parabenizo o vereador Arnaldinho Borgo pela iniciativa a categoria Policial Civil precisa ser reconhecida e todos nós precisamos de motivos e estímulos para não desanimar. É bom ver o nosso trabalho visto e admirado”, disse o presidente da AGENPOL.

Além de Paulo Pignaton, também receberam a moção honrosa a vice-presidente da entidade, Paola Ruzzene e os agentes Hilny Teixeira, Andrew Aguiar Cavalcanti, Harlen Vieira Andrade, Paulo César Nascimento dos Santos, Richardson Zetun Gomes, Julião Gonçalves Romeiro, Jomar Assis e Luzia Nascimento Dutra.

O proponente da Sessão Solene, o vereador Arnaldinho Borgo disse em seu discurso de abertura que a os Policiais Civis são motivo de orgulho para ele.

“Não poderia deixar terminar 2018 sem homenagear esses homens e mulheres honrosos que se dedicam incansavelmente pela sociedade”.

O futuro delegado chefe, José Darci Arruda, que também foi homenageado afirmou que conviveu com boa parte dos Policiais Civis que também receberam a honraria. O delegado transmitiu palavras de esperança para os agraciados da noite.

“Muitos deles passaram pela minha vida direta ou indiretamente e aprendi com cada um deles e foi aqui na Polícia Civil o lugar onde encontrei amigos. Fui escolhido pelo futuro governador para estar com vocês e com vocês gerenciar a Polícia Civil”, afirmou o delegado.

O Senador eleito, Marcos Do Val, também homenageado nesta quinta-feira (20) exaltou a corporação que, segundo ele, acreditou no seu trabalho e o acolheu.

“O carinho que tenho pela Polícia Civil é muito grande. Aqui no Brasil não se vê o olhar do governo par esta categoria. Se investem em viaturas, policiais  militares nas ruas, armamentos, mas esquecem da Polícia Civil que precisa do olhar governamental para que a sensação de segurança possa novamente ser sentida pela população”, disse.

A galeria da Câmara Municipal ficou lotada de parentes e amigos dos homenageados. A  Sessão Solene que terminou por volta das 22 horas também foi um evento onde os profissionais da Polícia Civil puderam se reencontrar e se confraternizar.

 

Produção: Assessoria de Imprensa da Agenpol.