Eu apoio o nível superior dos Agentes de PC: Walmir Floriano Júnior, investigador

Lutando incansavelmente para que o nível superior dos Agentes de Polícia Civil seja reconhecido pelas autoridades, a Associação dos Agentes de Polícia Civil (Agenpol), começou a campanha “Eu apoio o nível superior dos Agentes de PC”, que foi aderida por policiais de diversos cargos da Polícia Civil do Espírito Santo.

O primeiro policial a ser entrevistado para a campanha foi o investigador de Polícia Walmir Floriano Júnior, conhecido como Júnior Strick, que possuí 26 anos de Polícia Civil, e atualmente é locado na Delegacia Especializada de Furtos e Roubo de Veículos.

Quando Júnior Strick ingressou na corporação foi ao lado de dois Agentes em Nova Venécia que ele começou. “Tenho prazer em falar dos dois, Jaime Gadioli e Paulo Roberto Cunha. A capacidade deles em fazer investigação era incrível, eu aprendi muito com eles lá atrás”, homenageia.

Ao longo da carreira, Júnior Strick trabalhou em diversas equipes que mesclava investigadores e agentes, e para ele só existe uma diferença entre esses cargos.

“A única diferença que tem foi o governo quem colocou que é a diferença salarial. Porque a capacidade funcional, investigativa e de ajudar o delegado é a mesma”, sanciona o investigador.

Para Júnior Strick, quanto maior o nível de escolaridade o profissional de polícia tiver, maior será o seu preparo para se adequar as mudanças e a modernização que ocorrem dentro da corporação.

“A polícia vai sempre se modernizar, ela pode demorar, mas é imprescindível ela se modernizar, porque tem o sistema de computador, tem o sistema que nos auxilia nas investigações. Se o policial tiver um preparo maior para desenvolver seu trabalho, ele vai estar mais capacitado. Se tiver o nível superior eu acredito que ele vai ter uma cabeça mais aberta para se adequar a tudo isso aqui”, acredita.

Walmir deixou uma mensagem aos Agentes de Polícia Civil. “Pra mim, não existe essa diferença de cargo, vocês são parceiros, colegas, são amigos. Não tem nada de diferente. Eu dou muito apoio para o nível superior dos agentes. Podem contar comigo!”.

O presidente da Agenpol, Paulo Andrade Pignaton, em nome de toda sua diretoria e sua categoria agradece o apoio que os colegas estão dando a luta dos Agentes de Polícia Civil em busca do nível superior, que é também um reconhecimento do excelente trabalho que os agentes vêm realizando em suas unidades policiais ao longo de todos esses anos.